sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

De repente...


Já estamos no mês de Dezembro... nessa época todo mundo gosta de falar como passou o ano, e em uma dessas conversas entre amigos e familiares uma amiga me disse que teve um ano terrível, muito triste e que se a felicidade fosse vendida em forma de remédio, ela teria uma overdose. Na hora foi engraçado, todos deram risadas, mas depois eu fiquei bastante intrigado, pois apesar de faltar pouco pra o final do ano, muita coisa ainda pode acontecer. Não são apenas tragédias que acontecem de repente, milagres também.

A Bíblia é repleta de histórias de pessoas que tinham um histórico de vida muito triste e sofrido, mas em poucos instantes tiveram seus destinos totalmente transformados. Se você tiver a curiosidade de olhar nos evangelhos, por onde Jesus passava, pessoas eram curadas, libertas, salvas e encontraram a felicidade verdadeira. É bem verdade que o ano já ta no fim, talvez pra você tenha sido repleto de novas conquistas, ou cheio de maus momentos, ou até mais um ano sem graça onde nada aconteceu... Mas saiba que a qualquer momento, como na vida de todos aqueles que experimentaram e experimentam até hoje estar com Jesus, tudo pode mudar... De maneira bem simples, nem precisa de prescrição médica, é como tomar um copo d’água.
Extraido do blog: um simples copo d'agua
________________

O processo de construção de liderança


Existem centenas ou talvez milhares de livros que tratam da liderança sob diferentes pontos de vista, exemplos e pesquisas realizadas com executivos das maiores empresas do mundo. Isso é bom e ao mesmo tempo pode provocar uma verdadeira confusão na cabeça de quem ainda não aprendeu a lidar com aquilo que os psicanalistas chamam de filtros da consciência, os quais são responsáveis pelo nosso julgamento em relação a uma determinada percepção.

O fato é que quando você aceita um cargo de liderança, por imposição ou mesmo por merecimento, você aceita também os prós e os contras dessa imensa responsabilidade perante os que estão acima e abaixo de você. Portanto, aspirar ao cargo imaginando que salário, poder e status são as coisas mais importantes a partir desse momento representa a sutil diferença entre o fracasso e o sucesso de boa parte dos destemidos que se julgam aptos para o cargo e acabam "quebrando a cara" em menos tempo do que imaginam.

Na maioria dos livros, cada autor apresenta sua fórmula mágica ou uma receita que, dependendo do esforço do leitor, seja ele um executivo sênior ou um aspirante ao cargo de líder, pode proporcionar um razoável nível de desempenho desde que isso esteja associado a uma sequência lógica de ações, questionamentos e mudança de hábitos.

Em relação ao processo de construção da liderança, não consigo imaginar que uma empresa, seja qual for o tamanho, tenha de imediato o líder certo para a área certa e a equipe certa. Por mais experiente que seja o profissional escolhido para o cargo, cada desafio exigirá dele uma reavaliação sobre a própria forma de pensar e agir considerando que a liderança é situacional e depende de inúmeros fatores para obter o sucesso.

Em geral, a construção da liderança é um processo ignorado pela maioria das organizações, principalmente quando se sabe que nem ninguém nasce líder, nem todos os líderes levam a resultados e nem todos os que chegam ao topo são líderes. Para não incorrer no mesmo erro e se tornar um líder por excelência, você deve procurar compreender etapa por etapa do processo.

Autoavaliação: você está pronto para ser líder? Possui competências ou habilidades básicas necessárias para o bom desempenho do cargo? Conhece as atividades relacionadas ao cargo em questão? Conhece as suas principais deficiências? Sabe pensar estrategicamente ou ainda está muito ligado ao operacional?

Internalização: você estudou as características básicas de um líder? Analisou os atributos de um líder de alto desempenho, mapeou suas competências, conhece seus pontos fortes e sabe exatamente quais os pontos fracos a serem trabalhados? Você está pronto para iniciar o processo de aprendizado da liderança?

Mudança de hábito: de posse do conhecimento das características, compe-tências e habilidades imprescindíveis para assumir tamanha responsabilidade, você está disposto a imprimir o esforço necessário para mudar a sua forma de pensar e agir perante seu novo chefe, sua nova equipe, seus novos pares e concorrentes?

Maturidade: você entende, finalmente, que a liderança é um processo constante de aprendizado, portanto, além de suportar a pressão pela conquista de resultados cada vez melhores, precisa renovar-se dia a dia para manter a posição sem abrir mão dos seus princípios?

Os lucros saudáveis são essenciais porque constituem o combustível imprescindível para o sucesso dos negócios, entretanto, o lucro não deve vir em primeiro lugar. Os lucros são o subproduto de um negócio bem administrado que passa, inevitavelmente, pela liderança bem fundamentada em todos os níveis hierárquicos da organização.

Conquistar um cargo de liderança é fácil. Manter-se íntegro sob pressão depende de um processo longo e doloroso de construção da liderança baseada em princípios e valores sólidos que transcendem a figura do próprio líder. Pense nisso e seja feliz!

Por Jerônimo Mendes para o RH.com.br

Crédito: Wilson Silva

Cyntia Araújo




Cyntia Araújo é membro da nossa Igreja, Web Designer, responsável pela arte gráfica, projeção multimídia e trabalha nas Equipes de Música e Jovens.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Porque fazer coisas boas?

Gálatas 3.1-14

Luizinho, porque você quer fazer coisas boas?

Será que você acha que a Salvação vem através das coisas boas que você faz?

Se fizer coisas boas, se torna "merecedor" da Salvação, anulando assim o sacrificio de Cristo a graça de DEUS?

Luizinho, quem crê que Jesus é o Cristo o Filho de DEUS, esse recebe a graça da Salvação e sabe o que é melhor, é que é de graça, sem pagamento, sem fazer nada para merecer. Glória a DEUS!!!

Sendo assim eu quero usar de graça para com as pessoas, ou seja, ser bondoso e amoroso, em minhas conversas e no trânsito, elas merecendo ou não.

Eu quero ser um canal dessa maravilhosa graça de DEUS que me transforma.

Sei que sou salvo porque creio em Jesus e quero ser o mais parecido com ELE que eu puder para honrar a DEUS e tornar sua graça conhecida através de minha vida.

Luizinho - Devocional 30/12/2010

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

2011

Quando morava em Dourados (MS), certa vez fui convidado para pregar a Palavra a oficiais de alta patente do Exército. Depois do impacto do desafio que me fora proposto, fui à presença do Senhor. Lembro-me que, no dia aprazado, me levantei cedo e repeti para as paredes da sala de casa aquilo que desejava dizer aos meus ouvintes. Em dado momento, com aquele característico “frio na barriga”, orei e disse: “Senhor, estou pronto. Vou na dependência da Tua misericórdia”. Que sensação gostosa! O tempo de impacto e preparo já se fora! Eu estava pronto. Chegara a hora de pregar. E o Senhor operou!

É tão gostoso estar pronto para enfrentar os desafios de Deus! Você está pronto?! O novo ano está à sua frente. Traz consigo, no mínimo, 365 desafios diferentes – cada novo dia, um novo desafio. Você está pronto para enfrentá-los? Que lhe falta?

Lembre-se: quem pode dizer “o Senhor é o meu Pastor”, pode acrescentar tranqüilamente: “nada me faltará”!

Está pronto agora?

Confie no Senhor. Unicamente nEle. Aceite os Seus desafios. E diga-lhe o mesmo que disse Maria: “Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra” (Lc 1.38).

Luiz Ricardo
_______________

sábado, 25 de dezembro de 2010

Deus existe!



Viver do lixo. Retirar das sobras o que comer, o que vestir, os brinquedos para as crianças. Em abril de 2010, o Bom Dia Brasil encontrou Renata Silva e os três filhos em uma jornada exaustiva e degradante pela sobrevivência, em Arcoverde, no sertão de Pernambuco. Na carroça, as crianças se equilibravam, enquanto a mãe amamentava a caçula.

Oito meses depois, o jornal reencontrou Renata, grávida de oito meses, os três filhos e algumas conquistas para comemorar.

A casa simples, quase sem móveis, foi reformada. Ganhou mais um quarto e energia elétrica. O fogão e a geladeira são novos, assim como as camas e os colchões.

“Quando vocês fizeram a reportagem, eu vivia catando lixo, comia coisa do lixo, botava meus filhos para trabalhar junto comigo porque não tinha com quem deixar”, lembra Renata.

A história da Renata e dos três filhos emocionou e despertou a atenção de um brasileiro de forma especial. Ele não se conformou em ver as dificuldades diante da televisão e resolveu transformar a realidade da família. Distante, no anonimato, um voluntário mostrou que Papai Noel existe e que pode estar presente todos os dias do ano.

Renata nunca viu o anjo da guarda que age através da assistente social Luciana Karla. Ela faz as compras, paga as despesas e não deixa faltar nada para a família, como deseja o protetor anônimo.

“Só conheço mesmo a voz pelo telefone. O que ele quer em troca é só a família junta, que não se disperse de jeito nenhum”, conta Luciana.

Neste Natal, pela primeira vez, as crianças não vão brincar com as bonecas retiradas do lixo. Elas ganharam presentes novinhos.

“Estou mais feliz porque eu ganhei uma boneca”, comemora a menina Maria. Renata, que é órfã e vive separada do marido, é pura gratidão. Até voltou a sonhar. “Espero uma vida melhor para o futuro. Tanto para mim quanto para os meus filhos. Acredito que hoje em dia eu posso dizer que posso até a chegar a me formar. Eu tinha meu sonho de me formar em Direito para ser alguém na vida e dar o mesmo futuro aos meus filhos. Estou começando a acreditar que Deus existe e que tudo está mudando”, se emociona Renata.

Crédito: Andreza Monteiro

Fonte: http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2010/12/doador-misterioso-transforma-vida-de-mae-no-sertao-de-pernambuco.html
___________

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

A verdadeira História do Natal


Ao entrar no Shopping ficamos deslumbrados com os efeitos produzidos pelas luzes, que apontavam diretamente para um imenso pinheiro enfeitado com caixas embrulhadas em papéis multicoloridos... Ao lado da árvore estava uma manjedoura com um boneco de uma criança, ao seu lado um casal... Um pouco mais distante, estavam alguns bonecos de homens trajados rudemente... Do outro lado do pinheiro havia uma casa toda coberta de pequenas lâmpadas, ao seu lado um trenó puxado por renas, e dentro da casa um homem vestido de vermelho, com longas barbas brancas... um gorro vermelho na cabeça... um saco vermelho nas costas. O quadro, ainda que confuso, trouxe-me à consciência o fato de que estamos às vésperas do Natal...

Sinceramente percebemos que cada ano que se passa as representações se tornam mais confusas, a ponto de o significado do Natal estar cada vez mais sendo esquecido em detrimento dos novos personagens que compõem esta nova história’: Papai Noel, Mamãe Noel, luzes, enfeites, presentes, comércio, banquetes... Então demos conta que no nascimento de Jesus, o Cristo, as circunstâncias também não eram diferentes... O fato que mudou a história da humanidade aconteceu na periferia de uma pequena vila, e os personagens mais próximos eram pastores de ovelhas, e alguns misteriosos reis do oriente... Nada de opulência! Nada de luzes! Nada de enfeites! Havia presentes, sim! O mais importante dos presentes! Aliás, o único que O Aniversariante continua esperando dos seres humanos: o LOUVOR!

O nascimento de Jesus Cristo é anunciado aos pastores em meio à música entoada por um coro angelical (Lucas 2.10-14). Particularmente, cremos que os anjos cantam para ensinar aos pastores que Jesus, o Cristo, é o Deus que merece toda Honra e todo Louvor. Os pastores aprenderam bem a lição... Não somente os pastores louvam a Jesus, como também os magos do oriente, que o fazem presenteando-O com ouro, incenso e mirra (Mateus 2.11), respectivamente símbolos da Realeza de Jesus (Apocalipse 17.14), do Sacerdócio de Jesus (Lucas 1.9; Hebreus 10.10-13), e da Sua morte propiciatória (João 19.39).

Então descobrimos o verdadeiro sentido do natal: Jesus nasceu! Seu nascimento é motivo de louvor, porque Ele é o Sacerdote que representa e intercede por todos os seres humanos da face da terra, em todas as eras, em todos os lugares, em todo o tempo, oferecendo-lhes gratuitamente o perdão dos pecados e a vida eterna. Jesus merece todo louvor, porque é Rei. Não um rei cujo trono se estende no mundo pelo poder da espada e da opressão! Não! Jesus é o Rei, cujo Reino está dentro dos corações dos que confessam Sua majestade e dão crédito às Suas palavras de Vida, Poder, Graça e Amor (Mateus 17.21). Contudo, Jesus também recebeu de presente a mirra... perfume utilizado nos rituais pós-morte... No nascimento de Jesus, prenuncia-se a Sua morte! O Sacerdote é ao mesmo tempo o próprio sacrifico; e no Seu sacrifício, o Rei estende Seu Reino Eterno sobre todas as culturas, línguas e nações...(Apocalipse 5.9).

É tempo de Louvor ao Único que merece toda a honra, toda a glória e toda a adoração!

Em Cristo!

José Barboza

Situação Pastoral 2011/2012


Como já é do conhecimento da Igreja, o Conselho renovou o vínculo com o Pastor Ronaldo para a presidência da IP Betânia no próximo biênio (2011-2012).

O Pastor Ronaldo, juntamente com sua família, estará em férias a partir do dia 03 de janeiro de 2011 devendo retornar as atividades no dia 01 de fevereiro de 2011.

No próximo biênio, o Pastor e os demais líderes das Equipes de trabalho darão continuidade ao desenvolvimento natural da IP Betânia.

No desejo de um ano tão abençoador como 2010, desejamos a todos os nossos internautas um feliz natal e um próximo ano novo cheio de realizações e de relacionamentos saudáveis entre os irmãos e com Deus.

Santa Bárbara d´Oeste

IP Betânia.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Peças de artesanato

O trabalho que está sendo mostrado abaixo é resultado da atividade do artesão Samuel, que usa esse recurso para aumentar a renda da aposentadoria, se alguém se interessar pode entrar em contato.
Samuel Ribeiro de Almeida
Fone: (019) 3405-7951
Email: adijaniraalmeida@gmail.com; djanira2@hotmail.com
Americana SP









quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Contamos com vocês

Olá amados!

Tomo a liberdade de enviar-lhes este e-mail para agradecer o apoio que deram à Juventude da IPSBO neste ano e dizer que contamos ainda com a parceria de vocês para 2011.
Convidem os jovens da sua comunidade para estarem conosco nas datas seguintes:
- Janeiro, dia 29, às 19h e 30min - Espaço Jovem Aberto (EJA) de Abertura de 2011 com o tema: A Graça da Adoração!, nosso mediador será o músico Tiago Vianna (confira: http://www.youtube.com/watch?v=hUdb5MNYEDY);
- Ainda em Janeiro: Lançamento da Campanha de conscientização e doação de Sangue, direcionada aos jovens - (Fevereiro). Esta será lançada na data acima;
- Março, dia 19, às 19h e 30min - EJA: A Responsabilidade da Igreja frente à AIDS (você sabia que a campanha de combate a AIDS do Gov. do Est. SP passará pelas Igrejas em 2011?);
- Abril, dias 16 e 17 - 3ºEncontro da Juventude (treinamento) - mediador Tiago Vianna e o tema: A Graça da Adoração! (maiores informações www.espacojovemaberto.com.br);
- Maio, (provavelmente) dia 28, às 19h e 30min - EJA: Restauração da Família com o Jovem (aguardamos a confirmação do convite ao palestrante para fechar a data).
Serão estes dias mais momentos de construir em nossos jovens os princípios de Adoração, Comunhão, Conhecimento e Relacionamentos. Contamos com o apoio dos irmãos.
Até lá!

Pr.Marcão - www.espacojovemaberto.com.br
"Portanto, que todos nos considerem servos de Cristo e encarregados dos mistérios de Deus" 1 Coríntios 4.1 (NVI)

Natal digital

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O grande líder


O tema liderança está em destaque há alguns anos e, certamente, permanecerá como foco da atenção do universo corporativo por muito tempo. Nada mais natural quando consideramos a complexidade atual do mundo do trabalho, os desafios socioeconômicos da globalização, a compreensão das empresas como espaços de desenvolvimento e realização tanto profissional quanto pessoal, o avanço de novas tecnologias, entre outras questões.

As empresas necessitam de lideranças capazes de conduzi-las rumo a seus objetivos estratégicos, superando todas as dificuldades e cumprindo sua missão e visão. As crises que temos visto ao longo das últimas décadas tornaram demasiadamente claras as diferenças entre lideranças reais e lideranças abstratas ou pseudolideranças. Poderíamos listar vários exemplos de conflitos armados nacionais e internacionais à quebras de grandes instituições em inúmeros setores da economia, de tragédias humanas causadas por incompetência na organização do socorro às vítimas de desastres naturais a transições políticas turbulentas.

Lembremos, por um instante, de lideranças reais como Nelson Mandela na transição de um regime racista para uma democracia multiracial na África do Sul, de Zilda Arns na fundação e organização da Pastoral da Criança atendendo quase dois milhões de crianças brasileiras em situação de risco social ao longo de 25 anos. Ou de Muhammad Yunus, Prêmio Nobel da Paz em 2006 por seu trabalho de oferecer microcrédito para populações pobres em Bangladesh sem exigir garantias de pagamento.

Infelizmente, as pseudolideranças também surgem na memória, como na demora do socorro aos flagelados pelo furacão Katrina nos EUA, nos crimes contra a humanidade nas guerras entre as repúblicas da antiga Iugoslávia e entre os principais grupos étnicos em Ruanda, na crise econômica mundial de 2008-2009 gerada a partir da bolha imobiliária norte-americana etc. Em todos estes casos, lideranças reais transformaram para melhor a vida em suas respectivas coletividades, o que não se pode dizer das pseudolideranças.

Mas, afinal, quais as diferenças entre líderes reais e pseudolíderes. O que forma uns e outros? Ao nos voltarmos às organizações, poderíamos acrescentar mais questões: como as mesmas podem encontrar e/ou preparar seus líderes? Quais referências podem ajudá-las na tarefa? Tais perguntas são absolutamente pertinentes e merecem nossa atenção. Vamos tratar disso a partir de agora.

Começamos definindo um líder real: é aquele capaz de inspirar o pensamento e o comportamento das pessoas. Sua presença e sua atuação conduzem as pessoas e equipes ao seu redor, mobilizando-as e gerando avanços qualitativos. Um pseudolíder, ao contrário, não inspira coisa alguma, e sua presença geralmente passa despercebida.

É fácil identificar uns e outros, nós crescemos convivendo com ambos. Basta um esforço de memória para resgatar os professores que tivemos. Aqueles professores que nos marcaram certamente eram líderes reais, e exercitavam sua liderança na área da educação inspirando pensamentos e comportamentos nas crianças, nos adolescentes e na comunidade escolar de forma geral.

No entanto, um líder não nasce pronto, como muitas vezes ouvimos, e não encontra suas qualidades de repente. Ele se faz ao longo de uma história de vida, com permanente aprendizado e vontade de avançar. Investe em si mesmo, e se torna melhor passo a passo. Isso explica porque grandes líderes atingem seu máximo reconhecimento na maturidade. São como os ótimos vinhos: quanto mais maduros, melhor!

Há, em minha opinião, um conjunto de cinco competências essenciais ao líder. Estão classificadas de forma didática em blocos complementares para facilitar sua visualização: competência ética, intelectual, comercial, comunicacional e empreendedora.

Sucintamente, falaria da capacidade de mobilizar o que há de melhor em cada liderado pela competência ética, o exemplo de comportamento diante das situações sempre encontrando formas de lidar respeitosamente com as referências alheias, enquanto as sintoniza as suas próprias; pela competência intelectual, o domínio do assunto com o qual trabalha e a capacidade de pensar e decidir; pela competência comercial, expressa no saber navegar nas pressões do mercado encontrando rotas firmes rumo aos resultados; pela competência comunicacional, com a qual consegue estabelecer contatos, gerar parceiros, criar vínculos e reunir as diferenças; e pela competência empreendedora, sem a qual jamais poderia transformar suas potencialidades em ação.


Fonte: http://www.rh.com.br/Portal/Lideranca/Artigo/6908/o-grande-lider.html
Semana 01/12 – B-031

Feliz Natal

Senhor,
quisera
neste Natal
armar uma
árvore dentro do
meu coração e nela
pendurar, em vez de
presentes, os nomes de
todos os meus
amigos. Os amigos de longe e
os de perto. Os antigos e os mais
recentes. Os que vejo a cada dia e os
que raramente encontro. Os sempre lembrados
e os que às vezes
ficam esquecidos. Os
constantes e os temporários.
Os das horas difíceis e os das horas
Alegres. Os que sem querer magoei ou
sem querer me magoaram. Aqueles a quem
conheço profundamente e aqueles que me são
conhecidos apenas pelas aparências. Os que pouco
me devem e aqueles
a quem muito devo. Meus
amigos humildes e meus amigos
importantes; Os nomes de todos os
que já passaram pela minha vida. Uma
árvore de raízes muito profundas, para que
seus nomes nunca mais sejam arrancados do
meu coração. De ramos muito extensos, para que
novos nomes, vindos da todas as partes, venham juntar-se
aos existentes. De sombra
muito agradável, para que nossa
amizade seja um momento de repouso
nas lutas da vida. Que o natal esteja vivo em cada dia
do ano novo que se inicia, para que as luzes e cores da vida
estejam presentes em toda a nossa existência e concretizam, com
a ajuda de Deus, todos os nossos desejos.
Feliz Natal!
Feliz Natal!
Feliz Natal!
Feliz Natal!
_________________

Cadastre seu Email e receba nossas atualizações